quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

O "Se" de todo homem


duvidaTexto: Juízes 6:13

Introdução:

Contar a história de sofrimento de Israel:
1. 40 anos de paz seguido por apostasia.
2. Opressão pelos midianitas. Juízes 6:1-6
3. Uma mensagem de um profeta. Resposta desconhecida. 7-10
4. A aparição de um anjo a Gideão, através de quem Deus libertaria Israel.
Gideão faz a pergunta que inevitavelmente incomoda a todos nós: Juízes 6:13 "...se o Senhor é conosco, por que tudo nos sobreveio?...”
Deus escolheu não lhe responder. Então, eu devo lhe dizer algo. É possível que nunca encontremos uma resposta definitiva para a questão, mas, podemos buscar algumas dicas que podem nos ajudar em momentos de dificuldade.

I. Há muitos exemplos bíblicos de coisas ruins que aconteceram a pessoas boas:

A. O Patriarca Jó.
1. Ele tinha excelente caráter. Jó1: 1
2. Ele era um homem de grande riqueza. 1:2
3. Ele perdeu tudo o que tinha e não parecia haver nenhuma boa razão.
4. No entanto, Deus estava trabalhando em sua vida e, eventualmente, ele foi ricamente abençoado.
B. O Apóstolo Paulo. II Coríntios 11:24
1. Inicialmente ele havia sido a causa de sofrimento para muitos cristãos.
2. Quando ele se converteu, Deus disse: "pois eu lhe mostrarei quanto lhe cumpre padecer pelo meu nome" Atos 9:16
3. Seu sofrimento foi o resultado de seu compromisso com a pregação do Evangelho.
C. O próprio Jesus. Isaias 53
1. Seu sofrimento foi para os outros.
2. Deus tinha um propósito redentor em Seu sofrimento. Foi a salvação de toda a humanidade.
3. Ele mesmo sentiu a agonia de ser esquecido por Deus. Mateus 27:46
4. Eu não acredito que Ele foi abandonado, mas ele sentiu. Para ele, esse sentimento foi a tentação final.

II. Nós não podemos deixar de perguntar por que pessoas boas sofrem.

Possivelmente há três razões.
A. Israel sofreu por causa do seu pecado contra Deus. Juízes 6:1
1. Esta foi uma questão de disciplina e não punição.
2. Às vezes sofremos por causa de nossa própria tolice. Mas, lembrem-se, nós não "pagamos" os nossos pecados nesta vida.
3. Ele prometeu nos disciplinar como seus filhos. Hebreus 12:7-10
4. Isto é para nosso benefício. Hebreus 12:11
B. Jesus sofreu não por causa de nenhum pecado Seu. Ele pagou por nossos pecados.
1. Às vezes sofremos somente porque vivemos em um mundo amaldiçoado pelo pecado.
2. Um motorista bêbado passa em um semáforo fechado e acontece de alguém estar no lugar errado, etc.
3. Doença, lesões, morte, estão neste mundo por causa do pecado e, inevitavelmente, entramos em contato com eles.
C. Às vezes sofremos para que Deus seja glorificado.
1. Um homem cego de nascença. Sem ligação nenhuma entre o seu pecado e a sua doença, mas o poder de Deus foi manifestado. João 9:1-3
2. Lázaro, o amigo de Jesus. João 11:4, 14, 40.
3. Sabemos qualquer desastre pode trazer glória a Deus, se tratado adequadamente.

III. Como podemos lidar com este grande mistério?

A. Não negligencie adorar e servir a Deus.
1. Exemplo de Gideão. Juízes 6:16-19
2. Muitas vezes, nós permitimos o desastre nos separar de Deus.
3. Não devemos nos separar de Deus quando mais precisamos dele.
B. Renda-se a Deus em oração.
1. Gideão não parou de falar com Deus.
2. Israel foi finalmente chamado de volta para Deus. Juízes 6:6
3. Filipenses 4:6-7 - A oração vence a preocupação.
C. Lembre-se de Suas bênçãos passadas.
1. Deus lembrou Israel de suas ações passadas. Nós encontramos muitas lembranças como esta no Antigo Testamento. Juízes 6:8-9
2. Ele também tem nos fortalecido em muitas provações.
3. Deus me abençoou ricamente no passado. Mesmo que Ele nunca tivesse feito mais nada por mim, eu devo a ele minha vida.
D. Lembre-se, em todo o sofrimento, Deus tem um propósito e trabalha para o nosso bem. Romanos 8:28
1. Às vezes é muito difícil de ver.
2. Ilustração: Guerrilheiros do Hezbollah colocando lançadores de foguetes em telhados de cristãos. Por que Deus permite tal abuso de Suas pessoas inocentes?
3. "Mais adiante, nós vamos entender”.

Conclusão:

Tal como Gideão, nós perguntamos, quando o mal nos acontece: "Se Deus está conosco, por quê?”.
Como Gideão, raramente recebemos uma resposta imediata. Isso não significa que não há nenhuma. Significa apenas que nós não a conhecemos. Mas conhecemos o Pai Celestial e nós confiamos em Seu cuidado amoroso. Ele proverá o que precisamos e Seu desejo é o de reunir-nos em Seu Reino Celestial.
Em última análise, tudo o que podemos dizer é "confie em Deus".
Pr. Aldenir Araújo


Leia mais: http://www.opregadorfiel.com.br/2012/12/o-de-todo-homem.html#ixzz2ErLP4AAF
Under Creative Commons License: Attribution Non-Commercial No Derivatives
Follow us: @araujo201 on Twitter | opregador on Facebook