sábado, 26 de fevereiro de 2011

As questões da vida. Iveraldo Pereira

As questões da vida. Iveraldo Pereira.

As questões da vida.


E a vida, e a vida o que é? Diga lá meu irmão...

Não existe ainda o manual prático “Como dar sempre as respostas certas nas questões da vida” eu acho sinceramente que nunca vai haver esse manual, seria muito maçante acertar sempre, ser alegre sempre e tudo dar certo SEMPRE; não quero dizer também que vamos passar a vida inteira dando respostas erradas às questões da vida e no final do “curso” sermos reprovados.

A vida está sempre nos pedindo para que escolhamos as respostas para que continuemos na jornada, é como se houvesse dois quadradinhos e lá temos que marcar um “X” em um dos dois, logo a frente tem um “SIM” e no outro tem um “NÃO”, na correria dos tempos modernos estamos sempre com pressa, temos um milhão de coisas para resolver, somos bem informados, ( temos todos os jornais do mundo a mão, todas as mais recentes pesquisas, os últimos lançamentos de tudo,ou seja ,temos acesso a internet); não podemos perder tempo pensando ou consultando os mais experientes para sabermos o que fazer,”time is Money”.

O resultado da prova às vezes é instantâneo e às vezes demora mais um pouco para conferir, a maneira mais comum de sabermos se erramos ou acertamos é quando estamos fazendo o que não queremos, no meio de pessoas que não gostamos, (reprovamos o caráter) e no lugar onde não gostaríamos de estar, aí descobrimos que demos um monte de respostas erradas e passamos a dizer que somos infelizes.

Essas respostas, certas ou erradas passam a fazer parte do nosso ser, mas é difícil assumir que erramos, é sempre mais prático culparmos os outros e continuar fingindo que está tudo bem, que isso vai passar e que esse cara que vocês estão vendo não sou eu; eu ESTOU assim, mas na realidade eu não SOU assim, eu nunca errei. Ser e estar são duas coisas totalmente diferentes, só em inglês é que o verbo “to be” é a mesma coisa.( ser e estar).

Um exemplo bom para essa situação é a condição dos presidiários, dos aidéticos, das pessoas com câncer no pulmão por causa do cigarro e por aí vai...

Temos solução para este dilema? É claro que não, olhe em sua volta, veja o exemplo de homens e mulheres que fazem a diferença neste mundo, seus erros provocaram grandes estragos em suas vidas e uns se reergueram enquanto que outros sumiram.

No evangelho que Lucas escreveu, no capítulo 15, versículo 11 em diante, o Senhor Jesus conta a parábola do filho pródigo, nos versículos 16 e 17 Ele nos mostra essa condição e o que o jovem em questão fez para resolver o seu problema.

Naquele que apesar de conhecer as nossas fraquezas e limitações nos ama incondicionalmente...

Iveraldo Pereira.
http:// iveraldopereiragmail.blogspot.com