quinta-feira, 31 de maio de 2012

Porque a morte de Jesus foi tão sangrenta, brutal e horrenda