quarta-feira, 28 de março de 2012


Posted: 27 Mar 2012 08:00 AM PDT
Vamos esconder a nossa bondade - sim, vamos esconder até de nós mesmo.
Dê com tanta freqüência, e de forma tão constante, que você nem mais nota que tenha ajudado os necessitados do que você notaria que tenha tomado suas refeições normais.
 Dê as suas esmolas sem nem sussurrar para si mesmo "Como sou generoso!"
Não dê nenhuma recompensa para si mesmo. Deixe o assunto com Deus, que nunca deixa de ver, de notar, e de recompensar.
- Este é o pão, que comido na pressa, é mais doce do que o banquete de reis.

Charles H. Spurgeon em "O Talão de Cheques da Fé" (Faith's Checkbook). Christianity Today, Vol. 32, no. 5.FONTE: www.hermeneutica.com