sábado, 23 de maio de 2015

DEUS DÁ SEU PARECER AOS ADORADORES: É BOM ATENDER!



INTRODUÇÃO: Texto bíblico principal: Malaquias 1:6-14

1. Muitas vezes fazemos alguma coisa que não nos é muito familiar, nestes casos é fundamental que alguém que sabe mais nos dê um parecer e orientações de como melhorar.
2. Muitas vezes, não temos em nossas atividades, estudos, trabalhos, esporte, etc. alguém para nos avaliar para nos oferecer um parecer, e dar orientações de como progredir para melhorar – isso pode causar frustrações.
3. Muitas vezes e de diversas maneiras Deus nos convida através de Sua Palavra para nos dar um parecer sobre nós mesmos, nossa adoração e vida religiosa. Temos de dar-Lhe atenção, é muito importante!

I. A AUTO AVALIAÇÃO PODE OFERECER UM RESULTADO POSITIVO, MAS DIFICILMENTE SERÁ CORRETO – Malaquias 1:6-7

O povo de Deus da época de Malaquias oferecia animais com defeitos para serem sacrificados a Deus. “O Senhor esperava que o Seu povo o considerasse importante, que Lhe desse atenção. No entanto, Ele é um pai de desprezado” (Isaltino Gomes Coelho Filho). Contudo, atrevida e arrogantemente o povo questiona a Deus quando indagado por Ele: “Em que desprezamos nós o teu nome? [...]. Em que havemos profanado?”

1. O povo de Deus pode achar que está tudo bem ao praticar a religião conforme acha melhor. Práticas religiosas baseadas em meras opiniões humanas não agradam o coração de Deus.
2. O povo de Deus pode achar que, com sua forma de frequentar à igreja, já seria um esforço suficiente para agradar a Deus. O simples fato de parecer religioso não significa ter um relacionamento real e genuíno com Deus.
3. O povo de Deus pode não ver deficiência em sua vida religiosa, nos cultos realizados e no participar das cerimônias e atividades eclesiásticas. A opinião baseada no orgulho humano não aceita estar errada, mesmo quando confrontada pelo Deus que conhece tudo sobre nós.

As melhores intenções de adoração, culto e vida religiosa não têm sentido algum sem honrar e temer ao nome do soberano Senhor do Universo.

II. A AVALIAÇÃO DE DEUS DOS ADORADORES DEVE NOS FAZER REPENSAR NOSSA RELIGIOSIDADE, AINDA QUE CONFRONTE COM O RESULTADO DE NOSSA AUTO AVALIAÇÃO – Malaquias 1:8-10

A mensagem de Deus enviada por intermédio de Malaquias é tão atualizada e importante nos dias atuais como era quando foi escrita. A palavra de Deus não caduca, nem perde a validade. “Os sacerdotes”, comenta Hernandes Dias Lopes, “tinham perdido o relacionamento pessoal com Deus. Faziam a obra de Deus sem andar com Deus. Eles eram profissionais da religião sem fidelidade à Palavra de Deus e sem vida com Deus. Eles tinham corrompido doutrinária e moralmente. Eles faziam o contrário do que a Bíblia ensinava. A teologia estava divorciada da vida: Chamavam a Deus de Pai e Senhor, mas não O honravam nem O respeitavam como tal”.

1. Nos dias atuais, os sacerdotes de Deus são todos aqueles que aceitam a Jesus e O servem considerando-O o Sumo Sacerdote (Hebreus 8:1-2; I Pedro 2:9-10; Apocalipse 1:5). Essa mensagem aos sacerdotes é destinada a cada crente da igreja de Cristo.
2. Nos dias atuais, o sacrifício que oferecemos é a nossa vida, nosso exemplo de Cristianismo (Romanos 12:1). Estaria coxo (aleijado), cego, doente, imprestável nosso cristianismo prático, como os animais oferecidos a Deus nos dias do profeta Malaquias?
3. Nos dias atuais, estamos fazendo mais em prol do governador, do que em prol do Senhor? Estamos dando o nosso melhor pelas coisas perecíveis, terrestres e sem recompensas valiosas em lugar de valorizar mais as coisas espirituais? Deus não tem prazer em tais atitudes, e para Ele é melhor fechar as portas do templo do que ter hipócritas como Seus representantes.

A avaliação de Deus sobre nossas avaliações sobre nós mesmos superam em muito as nossas conclusões, portanto, é fundamental que consideremos as Suas conclusões sobre nós.

III. A AVALIAÇÃO DE DEUS DEVE SER A BASE DE NOSSA AUTO AVALIAÇÃO – Malaquias 1:11-14

Deus merece ser respeitado e honrado por tudo o que Ele é e faz. Ele é o Criador do Universo, não há ninguém maior e mais poderoso que Ele. Por ser o Senhor soberano, “vindicará entre as nações o Seu nome, ainda que Seu povo não O honre. Os judeus desprezavam as coisas sagradas do templo e estavam cansados de servir a Deus. Uma maldição sobreviria a quem oferecesse animal defeituoso como sacrifício, pois o Senhor dos Exércitos é grande Rei, e Seu nome é terrível entre as nações” (William MacDonald).

1. Aqueles que estão profanando o nome de Deus com uma vida cristã superficial, dando mal testemunhos, oferecendo um culto formal, desconsiderando as coisas sagradas, devem reconhecer que, independente de sua dedicação ser ou não total, desde o nascente do sol ao poente, o nome de Deus será grande entre as nações.
2. Aqueles que estão pensando não estar profanando a honra devida a Deus devem saber que este Deus conhece tudo sobre nós e sabe sobre nosso relaxo espiritual, nossa vida desprezível e nossas atitudes corrompidas.
3. Aqueles que não reconhecem seus defeitos, erros e pecados, deveriam saber que, se não observarem sua vida e conduta pelas lentes divinas, no fim enfrentarão ao grande Rei, Senhor dos Exércitos, que não tolera a hipocrisia, a formalidade religiosa e ser desprezado por quem Ele fez coisas imerecidas.

Enganar os ignorantes com uma religiosidade falsa é fácil, mas a Deus é impossível. Sendo que podemos nos auto enganar em nossa auto avaliação, precisamos da revelação do Deus que um dia julgará a todos os habitantes da Terra.

CONCLUSÃO:

1. Deus nos conhece melhor do que nós mesmos nos conhecemos.
2. Deus nos dá um retorno de nossa vida de serviço a Ele a fim de melhorarmos.
3. Deus espera que O reconheçamos como grande Rei e Senhor e dependamos de Seu favor e misericórdia.

APELO: Considere com atenção a avaliação que Deus faz de nossa adoração e busque nEle uma profunda transformação!

Pr. Heber Toth Armí