domingo, 14 de abril de 2013

Caminho da vida




Normalmente quando os pais tiveram um grande êxito em suas profissões, incentivam os filhos a seguir os seus passos, julgando ser isso o melhor para eles. “Meu filho, você tem que ser advogado, porque eu consegui tanta coisa com essa profissão... você também vai se realizar...”


Outros, que tiveram frustrações em suas carreiras ou funções, tentam direcioná-los para outra área.

A verdade é que há muitas carreiras, diversas áreas, tantas opções que dúvidas não faltam quanto a qual seguir, principalmente aos mais jovens. Alguns chegam a atuar em uma área e acabam mudando no meio do caminho. Um fator que deve ser considerado é que todas as profissões possuem os chamados “ossos do ofício”, ou seja, dentro dela há coisas difíceis e até desagradáveis que precisam ser feitas.  

Usando a profissão como analogia, vamos refletir sobre uma carreira que é mais que uma profissão, é a vocação para a qual Cristo nos chama, o caminhar para a vida eterna.


a) Caminhar conforme a nossa vocação implica em autonegação

Mateus 16:24

24 - Então Jesus disse aos seus discípulos: Se alguém quiser acompanhar-me, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me.
Para caminhar conforme a nossa vocação é necessário negarmos a nós mesmos. A princípio não soa bem, não é mesmo? Especialmente para o homem cada vez mais em limites.

Acontece que hoje o que ocorre não é diferente do que ocorria nos tempos do profeta Isaías, onde a mentalidade das pessoas era: “(...) Comamos e bebamos porque amanhã morreremos(...)” - Isaías 22.13. Todos perseguiam a satisfação de seus prazeres sobre a terra e deixavam Deus de lado. Os últimos dias chegaram e os homens de fato são “mais amigos dos prazeres do que de Deus” - 2 Timóteo 3.4. 

O diferencial daqueles que se tornam discípulos de Jesus é ouvir o seu chamado, dedicar-se na sua obra, negando suas próprias vontades e até seus pais em detrimento do serviço do Senhor. 
Mateus 4:20-22
20 - No mesmo instante eles deixaram as suas redes e o seguiram.
21 - Indo adiante, viu outros dois irmãos: Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão. Eles estavam num barco com seu pai, Zebedeu, preparando as suas redes. Jesus os chamou,
22 - e eles, deixando imediatamente o barco e seu pai, o seguiram.
Já em Mateus 8.18-22 a Bíblia nos narra que o próprio Jesus testou aqueles que desejavam segui-lo. Ele afirma que os animais têm o seu lugar, onde se acomodam e descansam, mas ele mesmo, sendo o Filho de Deus não tinha onde descansar. É como se ele estivesse dizendo, em outras palavras: - se vocês querem me seguir, terão de negar até o conforto de seus lares se fazendo iguais a mim.

Chuva, frio, calor - muitas pessoas se negam a deixar o conforto de seus lares para vir a igreja. Há uma  bênção reservada para elas, mas não vão buscá-la. Cristo nos chama a viver para Ele e não para nós mesmos, por isso é preciso negar a si mesmo. Afinal, “(...) que aproveitará o homem se ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?” - Mateus 16.26

b) Caminhar conforme a nossa vocação implica em "tomar a cruz"

Mateus 16:24
24 -  ...tome a sua cruz...
Tomar a cruz tem principalmente o sentido de humilhação. Somente os criminosos mais detestáveis carregavam a própria cruz para serem pregados na mesma sendo assim acintosamente humilhados. Até hoje, os cristãos passam por humilhações, são alvos de brincadeiras, de sarcasmo.


Mas os primeiros cristãos sofreram ainda mais, se comparado ao contexto dos evangélicos no Brasil, pois   à semelhança de Jesus muitos foram crucificados, torturados e mortos de outras terríveis formas. Por isso, tomar a cruz tinha sentido também de sofrimento e de dor.

Jesus não disse que nossa vida seria fácil ao segui-lo, pelo contrário, afirmou que no mundo teríamos aflições, mas que deveríamos ter bom ânimo.
Mateus 5.11
Bem-aventurados sois quando, por minha causa, vos injuriarem, e vos perseguirem, e mentindo, disserem tudo de mal contra vós. Regozijai-vos e exultai, porque é grande o vosso galardão nos céus...
Há muitos que são cristãos de "temporada", ou seja, só se a vida vai bem. Não entenderam o significado de tomar a cruz.

c) Caminhar conforme a nossa vocação implica em seguir a Cristo


Mateus 16. 24
...e siga-me
Finalmente, a cruz tem um sentido de carregar peso, de fazer esforço físico de movimento. Quando assumimos compromisso com Cristo, temos o peso desse compromisso sobre nós, pois implica numa vida diferente, pautada pela sua Palavra, uma vida que imita o exemplo que o Senhor deu enquanto esteve na terra na pessoa de Jesus. Implica em servir a Deus com os nossos dons e talentos.

Só tomar a cruz e ficar parado no lugar não vale de nada. Seguir é obedecer ao chamado de Cristo e acompanhar seus passos. Caminhar conforme nossa vocação, para a vida eterna implica em seguir os passos de Cristo.

Conclusão

Hoje temos a escolha, hoje é tempo oportuno para negarmos a nós mesmos, tomar a nossa cruz e seguir os passos de Jesus. Que dia após dia Deus nos dê forças para isso.


Mateus 16:27-28
27 -  Pois o Filho do homem virá na glória de seu Pai, com os seus anjos, e então recompensará a cada um de acordo com o que tenha feito.
28 -  Garanto-lhes que alguns dos que aqui se acham não experimentarão a morte antes de verem o Filho do homem vindo em seu Reino".

 Danilo Cassemiro de Campos