quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

Um ano novo, uma nova oportunidade




Cada novo ano que Deus nos dá é uma nova oportunidade, uma nova chance para realizar muitas coisas, completar outras tantas e consertar muitas outras.

É uma nova oportunidade para corrigir velhos erros. Às vezes existem em nossa vida velhos pecados, vícios ou manias que precisam ser abandonados. Aproveitemos a chegada de um novo ano para fazer um propósito de abandonar de vez essas coisas. Peçamos ao Senhor que nos dê poder para derrotá-las em nossas vidas, e assim andar mais perfeitamente na sua presença.
É uma nova oportunidade para completar velhos trabalhos ou planos, para realizar aqueles propósitos que fizemos no passado e ainda não levamos a efeito (por exemplo: aquela leitura de toda a Bíblia que você começou, mas, por uma razão qualquer, não continuou). Se nos sentarmos para fazer uma lista, descobriremos muita coisa que precisa ser terminada. Aproveitemos o novo ano para encerrar as tarefas iniciadas no passado.


É uma nova oportunidade para realizar velhos sonhos: fazer um curso, comprar ou construir uma casa, fazer uma viagem, casar-se, etc. Sonhar não é proibido e não custa nada, mas para que os sonhos se tornem realidade é preciso fé, vontade e muito trabalho. Resolva que neste novo ano você vai buscar em Deus a realização dos seus sonhos, e decida lutar e trabalhar por eles.

Mas trata-se também de uma oportunidade para fazer novos propósitos e planos. Pense naquelas coisas que você nunca fez e naquelas que nunca fizeram parte dos seus sonhos. Reflita sobre o que Deus espera de você. E então inclua entre as tarefas pelo menos algumas novas, que você precise ou deseje fazer para Deus, para os outros ou para si mesmo.

Na sua misericórdia, Deus tem sido paciente conosco e ainda nos permite viver e ver aquilo que ainda não experimentamos ou não conseguimos, porém é preciso que saibamos que tudo deve ser feito em nome de Jesus Cristo e para a glória de Deus Pai.

E, quanto fizerdes por palavras ou por obras, fazei tudo em nome do Senhor Jesus, dando por ele graças a Deus Pai.  (Cl.3.17)

 Portanto, quer comais quer bebais, ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para glória de Deus. (I Co.10.31)

Cada novo ano deve ser vivido de tal maneira que, ao olhar para trás, não possamos considerá-lo como perdido, mas sim, como um período proveitoso e abençoado de nossa vida 

  
Ensina-nos a contar os nossos dias, de tal maneira que alcancemos corações sábios. (Sl.90:12).

Pr. Sylvio Macri