segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

IMPEDIMENTOS À CURA DIVINA


ÀS VEZES há, na própria pessoa, impedimentos à cura divina, como:

1- Pecado não confessado Tg 5.16: “Confessai as vossas culpas uns aos outros, e orai uns pelos outros, para que sareis”.

2- Opressão ou domínio demoníaco Lc 13.11-13: “E eis que estava ali uma mulher que tinha um espírito de enfermidade, havia já dezoito anos...”;

3- Medo ou ansiedade aguda Pv 3.5-8: “Confia no Senhor... Reconhece-o em todos os teus caminhos... Isto será saúde para o teu âmago, e medula para os teus ossos”; v. Fp 4.6-7;

4- Insucessos no passado que debilitam a fé hoje (Mc 5.26: Jo 5.5-7);

5- O povo - Mc 10.48: “E muitos o repreendiam, para que se calasse...”;

6- Ensino antibíblico (Mc 3.1-6; 7.13);

7- Negligência dos presbíteros no que concerne à oração da fé Mc 11.22-24; Tg 5.14-16: “Está alguém entre vós doente? Chame os presbíteros da igreja, e orem sobre ele...”;

8- Descuido da igreja em buscar e receber os dons de operação de milagres e de curas, segundo a provisão divina (At 4.29-30; 6.8; 8.5,6; 1 Co 12.9,10, 29-31; Hb 1.3,4);

9- Incredulidade Mc 6.3-6: “E Jesus não podia fazer ali obras maravilhosas [por causa da incredulidade]; somente curou alguns poucos enfermos...”; Mc 9.19,23, 24;

10- Irreverência com às coisas santas do Senhor 1 Co 11.29,30: “O que come e bebe [na Ceia do Senhor] indignamente, come e bebe para sua própria condenação, não discernindo o corpo do Senhor; por causa disso há entre vós muitos fracos e doentes, e muitos que dormem”).

Casos há em que não está esclarecida a razão da persistência da doença física em crentes dedicados (e.g., Gl 4.13,14; 1 Tm 5.23; 2 Tm 4.20).

Noutros casos, Deus resolve levar seus amados santos ao céu, durante uma enfermidade (cf. 2 Rs 13.14,20).

Fonte: Bíblia de Estudo Pentecostal