segunda-feira, 24 de março de 2014

Cristão autêntico



Nos dias atuais, é cada vez mais urgente a necessidade de mensagens sobre regeneração.

O evangelho de facilidades está rondando os púlpitos das igrejas como nunca se viu antes.

Pessoas que vivem seu estilo de vida comprometido com o passado insistem em ser a grande atração na Casa de Deus.

Toda pessoa regenerada é receptiva à voz do Senhor e à Sua direção. Os apelos do amor de Deus são aceitos e executados facilmente pelo cristão efetivamente regenerado.

Regeneração significa a troca do coração empedernido, terrível, de pedra por um coração de carne, sensível.

A partir das Sagradas Escrituras é possível entender que é absolutamente necessário e indispensável que aquele que serve a Deus possua um novo coração. Lemos em Ezequiel 36.26: E vos darei um coração novo e porei dentro de vós um espírito novo; e tirarei o coração de pedra da vossa carne e vos darei um coração de carne.

O Criador está pessoalmente assumindo o compromisso de doar um novo coração e um novo espírito àquele que o aceita como Senhor. O espírito é o mais íntimo, o mais interior e o mais profundo do nosso ser. 

Quando uma pessoa recebe a Cristo como seu Salvador e Senhor, o Espírito Santo efetua uma limpeza profunda no interior dela. A isto o apóstolo Paulo chamou de lavagem da regeneração: não pelas obras de justiça que houvéssemos feito, mas, segundo a sua misericórdia, nos salvou pela lavagem da regeneração e da renovação do Espírito Santo (Tito 3.5). 

Ser um verdadeiro cristão significa estar genuinamente lavado pelo sangue de Jesus. Ele disse aos Seus discípulos: Vós já estais limpos. Somente após esta limpeza, o espírito humano se conecta com Deus.

É depois da regeneração que o homem se torna a lâmpada de Deus, por haver recebido Seu Espírito, Sua “energia”, “eletricidade”, estando assim apto a brilhar. Vós sois a luz do mundo (Mateus 5.14), declarou o Messias.

Regeneração sem frutos é falsa. O homem regenerado tem seu coração completamente transformado. Suas afeições, seus sentimentos, seus ideais, suas emoções, seus pensamentos e seus prazeres deixam de ser iguais aos daqueles que vivem segundo o curso deste mundo, e passam a ser influenciados pelo Todo poderoso. 

Como resultado da regeneração, o Espírito Santo passa a habitar no coração do salvo: E porei dentro de vós o meu espírito e farei que andeis nos meus estatutos, e guardeis os meus juízos, e os observeis (Ezequiel 36.27). Jesus também prometeu o Consolador: E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre (João 14.16). 

Filhos de Deus. Porque não recebestes o espírito de escravidão, para, outra vez, estardes em temor, mas recebestes o espírito de adoção de filhos, pelo qual clamamos: Aba, Pai. O mesmo Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus. E, se nós somos filhos, somos, logo, herdeiros também, herdeiros de Deus e co-herdeiros de Cristo; se é certo que com ele padecemos, para que também com ele sejamos glorificados (Romanos 8.15-17).

Somente a lei do Espírito de vida nos livra do pecado e da morte: Portanto, agora, nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o espírito. Porque a lei do Espírito de vida, em Cristo Jesus, me livrou da lei do pecado e da morte (Romanos 8.1,2).

Autor: Pr. Geziel Gomes