domingo, 9 de março de 2014

Orações Puritanas 1: Confissão e Petição

Autor Desconhecido
Santo Senhor, pequei vezes sem conta, e sou culpado de orgulho e incredulidade, de fracasso em encontrar Tua mente em Tua Palavra, de negligência em Te buscar em minha vida diária. Minhas transgressões e falhas apresentam-me com uma lista de acusações, mas eu Te louvo porque elas não se levantarão contra mim, pois tudo foi posto em Cristo. Continua subjugando minhas corrupções e concede-me graça para viver acima delas. Não permitas que as paixões da minha carne nem as cobiças da minha mente tragam meu espírito sob sujeição, mas reina Tu sobre mim em liberdade e poder.
Eu Te agradeço porque muitas de minhas orações foram rejeitadas. Pedi mal e não tive, orei a partir de cobiças e fui rejeitado, ansiei pelo Egito e recebi um deserto. Conduz em frente Teu trabalho paciente, respondendo "não" para minhas orações equivocadas, e ajustando-me para aceitar que assim seja. Purifica-me de todo falso desejo, toda aspiração indigna, tudo que é contrário à Tua lei. Eu Te agradeço por Tua sabedoria e Teu amor, por todos os atos de disciplina aos quais estou sujeito, pelas vezes em que me pões na fornalha para refinar meu ouro e remover minha escória.
Nenhuma provação é tão difícil de suportar quanto o senso de pecado. Se Tu vieres a me dar a opção entre viver em prazer e manter meus pecados ou tê-los queimados em meio a provações, concede-me a santificadora aflição. Livra-me de todo mau hábito, toda acumulação de pecados pregressos, tudo o que escurece o brilho da Tua graça em mim, tudo o que me previne de deleitar-me em Ti. Então eu Te bendirei, Deus de Jeshurun, por me ajudar a ser reto.

Nota do Tradutor: Jeshurun - termo hebraico que aparece na versão King James em Deuteronômio 32 e 33. Pode referir-se a Israel ou mais abrangentemente a Cristo. Na versão de Almeida costuma ser traduzido por "meu amado", ou "povo amado". A referência na oração é uma citação direta de Deuteronômio 33:26 - "Não há nenhum outro como o Deus de Jeshurun..."