sexta-feira, 26 de julho de 2013

"Guarda O Que Tens" Ap 3.11


É impossível que os irmãos mais jovens em nossas assembléias tenham um privilégio e uma responsabilidade maiores do que nas épocas passadas. Nunca antes foi tão difícil permanecer na verdade, e será necessário uma grande energia espiritual e graça do Senhor para ser capaz de fazê-lo.


Entre os santos reunidos parece haver, como regra geral, uma crescente inanição - um espírito de frieza e negligência. Estou certo de que apenas aqueles que seguem em comunhão serão guardados disto.

Satanás, sem dúvida alguma, continuará a trazer problemas entre as assembléias, sucedendo-se um após o outro como as ondas do mar. Não há muito espaço para ele introduzir falsas doutrinas - graças a Deus, os santos reunidos sabem Quem é o Senhor. Mas Satanás busca cansar e enfastiar os santos, como o fará em outra época (Dn 7:25). Com dificuldades crescentes, muitos santos se aborrecerão e darão lugar ao desencorajamento. Para aqueles que não tem verdadeiramente um sentimento da presença do Senhor, cada nova dificuldade surtirá efeito. Apenas aqueles que mantém seus olhos no Senhor serão guardados.

Muitos serão tão angustiados e aborrecidos, por uma dificuldade após outra, que acabarão buscando consolação e descanso em um caminho de independência e isolamento. Eles sacudirão suas mãos em sinal de completa exaustão, e dirão: "Não vale a pena tentar seguir adiante. É demais para mim. Vou me separar de tudo isso e procurar me manter fiel sozinho".
        
Mas não é esta a maneira do Senhor. Ele terá um testemunho corporativo até o fim (Ap 3:8). Não se trata de um testemunho individual, embora com frequência apenas indivíduos possam ser encontrados nele. Mas a Palavra do Senhor para um dia de ruína, para o derradeiro fim, é: "Segue a justiça, a fé, o amor, e a paz com os que, com um coração puro, invocam o Senhor" (2 Tm 2:22). Sempre existirão os "com os que" enquanto a Igreja estiver aqui. Uma boa palavra em conexão com isto é encontrada em Salmo 119:63: "Companheiro sou de todos os que Te temem e dos que guardam os Teus preceitos". Malaquias 3:16 é um belo exemplo disto: "Então aqueles que temem ao Senhor falam cada um com o seu companheiro; e o Senhor atenta e ouve; e há um memorial escrito diante dEle, para os que temem ao Senhor e para os que se lembram do Seu Nome".
        
John Nelson Darby disse certa vez que, em suma, ele tinha certeza de que haveria um testemunho até o final. Há os que desejam, por graça, ser fiéis. Se alguém deixa a mesa do Senhor, não importa o por quê, ela continua sendo a mesa do Senhor. O fato de eu deixá-la não a muda.
        
Seria muito mais fácil e menos exaustivo para a natureza, me livrar de toda responsabilidade corporativa, e caminhar só, mas não é esta a maneira do Senhor. Certamente Ele sabe como recompensar aqueles que procuram terminar sua jornada no caminho da Sua boa vontade.


W. Potter