domingo, 17 de março de 2013

PALAVRA DE DEUS - POR QUE É TÃO IMPORTANTE CONHECÊ-LA?



“ Tão-somente sê forte e mui corajoso para teres o cuidado de fazer segundo toda a lei que meu servo Moisés te ordenou; dela não te desvies, nem para a direita nem para a esquerda, para que sejas bem-sucedido por onde quer que andares. Não cesses de falar deste Livro da Lei; antes, medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer segundo tudo quanto nele está escrito; então, farás prosperar o teu caminho e serás bem-sucedido.” (Js 1.7-8; Js 23.6)

A Bíblia, segundo site de pesquisa de leitura, é o livro mais vendido no mundo. São vendidas cerca de 6 bilhões de cópias por ano. ( Ela ganha disparada do segundo mais vendido, “O Nome do Vento” com 900 milhões de cópias vendidas. É uma ficção, cujo tema é fantasia misturada com magia,semelhante a Harry Potter, só que mais obscuro e direcionado para adultos.).

Apesar dessa estatística animadora há ainda mais de 2.500 línguas e dialetos que não possuem um sequer trecho das Escrituras traduzido para evangelização desses povos. Muitos destes gostariam de ter acesso ao Evangelho, mas não há missionários nem tradutores disponíveis.

Ronaldo Lidório  um dos missionários transculturais da nossa época, relata a história de uma tribo em Gana, na África entre a etnia dos kokombas , quando tiveram acesso , pela primeira vez, às Escrituras.

Ele relata que primeiramente foi realizado um culto de louvor e gratidão com duração de 12 horas para receber o exemplar da Bíblia. Na hora da entrega foi chamado o presbítero mais velho da tribo para receber aquele Livro tão precioso. Segundo o missionário, aquele homem ao segurar a Palavra de Deus em suas mãos, ficou como fora de si. Não sabia como segurá-la direito, como se tivesse nas mãos um delicado bebê recém-nascido. Na hora de voltar para seu lugar, ele não sabia como carregar o Livro. Tão precioso era para ele e todas aquelas pessoas ter nas mãos as Escrituras Sagradas.

Uma curiosidade sobre o Rev. Ronaldo Lidório e a evangelização dos Kokombas é que ele chegou lá em 1993 e em 1995 já havia 17 igrejas plantadas e mais de 3.500 membros adultos. Só pra nós sabermos que há muitos povos com sede da Palavra de Deus no mundo.

 Quanto à nossa realidade vivemos uma situação um pouco diferente e glória a Deus por isso. Para se ter uma ideia as bíblias são dadas de graça nas escolas, nas ruas. E se nós quisermos uma versão mais bonita, com uma capa melhor, ou de um outro tamanho é só entrarmos numa livraria evangélica e escolher. Tem bíblia de todo preço e linguagem.

É um dos livros mais encontrados nas estantes das casas. É muito difícil um crente não carregá-la. É o gênero preferido dos leitores brasileiros. Mas apesar de todas essas facilidades de acesso, será que nós temos dado o devido valor a Palavra de Deus?

O cristão reformado costuma afirmar categoricamente que a “Bíblia é sua única regra de fé prática”. Um conselho sábio se tornou um clichê entre os evangélicos: “Leia a Bíblia” é o chavão dos crentes.
Mas eu gostaria de meditar com os irmãos sobre:

ALGUNS MOTIVOS QUE A PRÓPRIA BÍBLIA NOS DÁ PARA SERMOS SEUS LEITORES ASSÍDUOS. POR QUE LER A BÍBLIA É TÃO IMPORTANTE PARA NÓS?

I – Porque é um mandamento de Deus.
Segundo o texto base da nossa meditação o cap. 1 de Josué, Deus dá uma ordem ao seu servo. Josué recebeu a missão de liderar Israel na posse da Terra Prometida. O bastão foi passado de Moisés para ele, porém suas atitudes deveriam ser baseadas em algo que já existia: a Lei de Deus da qual Josué não poderia se desviar. Pelo contrário ele deveria conhecê-la dia e noite para fazer segundo tudo quanto nela estava escrito: Não cesses de falar deste Livro da Lei; antes, medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer segundo tudo quanto nele está escrito; então, farás prosperar o teu caminho e serás bem-sucedido. (Js 1.8)

Escolhi esse texto porque ele fala de uma jornada. Assim como o servo de Deus no passado nós igualmente estamos numa jornada. Deus nos deu uma missão. Somos seus mensageiros aqui na terra. Suas testemunhas pessoais. Há um propósito para nossa vida: glorificar ao Senhor, fazê-lo conhecido. Manifestar as virtudes, os valores do reino. Espelhar a imagem de Jesus Cristo.

Assim como a Josué Deus nos manda pautar nossa vida, nossas escolhas, nossa atitudes com base em sua Lei.

Josué trazia consigo uma bagagem de experiência enorme, pois ele havia sido o auxiliar de Moisés por muitos anos. Mas para Deus experiência de vida não basta. Josué tinha ao seu redor um corpo de anciãos e líderes altamente capacitados, mas para Deus equipe boa não é suficiente. Josué era homem vocacionado para a guerra, mas talento pessoal para Deus não é o mais importante.

A ordem de Deus era clara e resoluta:  Não cesses de falar deste Livro da Lei; antes, medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer segundo tudo quanto nele está escrito; então, farás prosperar o teu caminho e serás bem-sucedido. (Js 1.8)

O sucesso do cristão se baseia na observância da Palavra, e para isso ele deve conhecê-la. “Dia e noite” da ideia de continuidade. Há pessoas que se lembram da Bíblia quando vão para a igreja visível.
A Bíblia mesmo diz que a pessoa que ama a Deus, ou seja, o justo  tem  prazer  na lei do SENHOR, e na sua lei medita de dia e de noite (Sl 1.2).

Tanto Josué quanto o salmo afirma que o resultado disso é uma vida de sucesso. O leitor assíduo, o praticante da Palavra é um crente que  frutifica, é uma pessoa bem sucedida, a  vida desse crente não  murcha; ele prospera em seu caminho. POR QUE LER A BÍBLIA É TÃO IMPORTANTE PARA NÓS? Porque é um mandamento de Deus.

Continuando: ALGUNS MOTIVOS QUE A PRÓPRIA BÍBLIA NOS DÁ PARA SERMOS SEUS LEITORES ASSÍDUOS. POR QUE LER A BÍBLIA É TÃO IMPORTANTE PARA NÓS?

II – Porque é por meio dela que somos corrigidos – II Tm 3.16-17

  Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça,  a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra.

Comprei uma Bíblia para meu pai. Disse e repeti algumas vezes a ele: “ leia a Bíblia, ela é a voz de Deus para nós”,  a Bíblia fica no entanto imóvel na instante dia e noite e ele continua no erro. Meu pai não é ensinado, não é repreendido, não é corrigido,  muito menos educado no caminho da justiça porque ele não lê a Bíblia. Mas ele vai ser julgado por ela e nós também.

O crente, por natureza, é inclinado para o erro. Ele possui dentro de si a lei do pecado que milita contra ele mesmo para derrotá-lo e apagar a voz do Espírito Santo em sua vida.

O apóstolo Paulo falando acerca do pecado que habita na carne afirmou aos romanos: Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem nenhum, pois o querer o bem está em mim; não, porém, o efetuá-lo. Porque não faço o bem que prefiro, mas o mal que não quero, esse faço. (Rm 7.18,19)

Onde está a solução para essa batalha tão perigosa que vivenciamos dia e noite? Paulo mesmo nos dá a resposta:

Graças a Deus por Jesus Cristo, nosso Senhor. De maneira que eu, de mim mesmo, com a mente, sou escravo da lei de Deus, mas, segundo a carne, da lei do pecado (Rm 7.25).  Jesus é a solução. E através de que Jesus nos alimenta, nos fortalece, nos dá suporte para vencer o pecado? Da sua Palavra. Logo, o crente que não medita dia e noite na Bíblia é um fraco e derrotado. É alguém que sempre está questionando e nunca confiando, é alguém que sempre está chorando por causa das consequências do seu pecado. É alguém que sempre é o mesmo, nunca muda, não vive em novidade de vida.

Deus nos fez conhecedores de sua Lei. Ele abriu a nossa mente, nos capacitou a conhecer sua vontade. Não há desculpa para pecar. A Palavra do Senhor é o molde por meio do qual nós somos refeitos segundo a imagem de Cristo. É a Bíblia que nos ensina, nos repreende, nos corrige, nos educa, para sermos perfeitos e perfeitamente habilitados para toda boa obra.

ALGUNS MOTIVOS QUE A PRÓPRIA BÍBLIA NOS DÁ PARA SERMOS SEUS LEITORES ASSÍDUOS. POR QUE LER A BÍBLIA É TÃO IMPORTANTE PARA NÓS?
III – Porque é ela quem nos consola.
O que me consola na minha angústia é isto: que a tua palavra me vivifica (Sl 119.50).

  O autor humano desse salmo era um homem temente a Deus, mas era alguém que passava por muitas angústias. Era perseguido e zombado por pessoas orgulhosas ao seu redor, mas ele tinha uma relação de intimidade com a Palavra de Deus. E isso o mantinha firme, confortado em sua aflição:

   Os soberbos zombam continuamente de mim; todavia, não me afasto da tua lei. Lembro-me dos teus juízos de outrora e me conforto, ó SENHOR (Sl 119.51,52).

A Bíblia é inspirada por Deus, é o sopro do Senhor, é a manifestação do coração de Deus. Ela por si só tem o poder sobrenatural de nos curar, de nos consolar e de nos alegrar. 

Se nós queremos viver cheios de esperança. Se quisermos ter sempre uma palavra temperada, medicinal para nós e para os outros. Se quisermos viver cheios de expressões de fé, confiança e paz nós precisamos ler assiduamente a Palavra de Deus, estreitar nossa relação com as Escrituras Sagradas. Meditar dia e noite em suas palavras.

Em Romanos 15.4 lemos:

 Pois tudo quanto, outrora, foi escrito para o nosso ensino foi escrito, a fim de que, pela paciência e pela consolação das Escrituras, tenhamos esperança.

A vida pode nos apresenta inúmeras razões para chorar, murmurar e pecar, mas a Palavra de Deus vai nos guiar a uma nova visão de vida, vai nos dar esperança.

Não há nada do cotidiano de que a Bíblia não trata. Deus se antecipou a todos os nossos problemas. Talvez por falta de intimidade com as Escrituras, por vezes achamos que ela não seja suficiente. Mas essa é uma falha nossa não da Palavra de Deus.

A solução de todos os nossos problemas sempre estarão norteados pela Lei do Senhor.

Às vezes a gente acha que o pastor tem a solução de tudo, porque quando vamos conversar com ele ou com alguma pessoa mais experiente na fé nos sentimos mais fortes e animados. Mas o segredo dessas pessoas mais santas, mais preparadas que nós é a Palavra de Deus, a qual também está ao nosso alcance.

Se quisermos ser um canal de benção para nós e para os outros a fonte é Deus, seus ensinos, sua Lei, sua própria Voz.

Conclusão:
 Josué 23.6: Esforçai-vos, pois, muito para guardardes e cumprirdes tudo quanto está escrito no Livro da Lei de Moisés, para que dela não vos aparteis, nem para a direita nem para a esquerda;

Essas foram algumas das palavras finais de Josué para Israel. Palavras de despedida.

No primeiro capítulo Deus ordena  que ele deveria meditar na Sua Lei dia e noite, não desviar nem para a esquerda nem para a direita, ou seja, ele deveria obedecer na íntegra a Palavra do Senhor.

Talvez ao longo de sua jornada ele tenha percebido que obedecer a Deus e  não se desviar dos seus mandamentos não tenha sido uma tarefa muito fácil. Talvez por isso e por conhecer a natureza do povo de Israel ele tenha usado a palavra “esforço”, Esforçai-vos, pois, muito para guardardes e cumprirdes tudo quanto está escrito no Livro da Lei de Moisés, para que dela não vos aparteis, nem para a direita nem para a esquerda;

Provavelmente da nossa parte também seja necessário empreender algum, se não, muito esforço para conhecermos a Palavra de Deus. Mas vale a pena, essa é a garantia do nosso sucesso. Foi assim com Josué e com tantos outros servos do passado. Aumentemos nossa intimidade com o Pai por meio de uma relação mais profunda com a Bíblia Sagrada.



Por: Janecleia Oliveira, palestra ministrada para S.A.F da primeira Igreja Presbiteriana Conservadora de Trindade Go. {Sobre a autora: Formada em missões pelo Instituto Bíblico Eduardo Lane - IBEL – Patrocínio-MG, Graduada em Letras pela Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT), esposa do Rev. Ronaldo P Mendes, pastor da Sexta IPC de Goiânia-Go}.