segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Acabou minha sede

Por: Luiz Carlos

E estava ali a fonte de Jacó. Jesus, pois, cansado do caminho, assentou-se assim junto da fonte. Era isto quase à hora sexta.
Veio uma mulher de Samaria tirar água. Disse-lhe Jesus: Dá-me de beber. João 4:6-7


Não foi por acaso, mas pela providência de Deus conforme seu propósito, segundo o conselho de sua vontade;  que uma mulher samaritana, uma lasciva, foi escolhida como um vaso da salvação. A graça de Deus realmente é maravilhosa, e é concedida a quem Ele quer.
Tantos sábios, tantos mestres, inúmeros religiosos, e quem o Deus escolhe para levar o conhecimento do Salvador?

Uma mulher samaritana! Ela veio ao poço somente para tirar água, para matar a sede do corpo.
Veio buscar água natural e, recebe a água da vida. Veio a fonte de Jacó, e se depara com a Fonte da Vida.
Aquela mulher, como muitos de nós, buscava de alguma forma ser feliz. Seus temores e tremores nos são ocultos, então podemos apenas imaginar.

Ela procurava alguém para amar e por ele ser amada. Ela seguia por caminhos tenebrosos, e frustrantes.
Uma vida cada vez mais carregada de pecados e contaminações. Os prazeres momentâneos que desfrutava, parecia arder em suas veias.

Sua mente era atormentada por sua culpa. Sua consciência a inquietava todas as noites.
Choro...pranto e agonia faziam parte de sua vida. Suas lágrimas ardiam em seu rosto...ela só queria ser feliz.
A sede sucumbia em sua alma abatida e fraca. Sua moral a muito se fora. Seu caráter perdeu a integridade, e não dava mais para ser recuperado.

Ela tinha tantos e não tinha ninguém. Sua alma vazia se secava...ela precisava de água que saciasse a sede da alma...ela estava morrendo por dentro...tantos erros, tantas acusações, ninguém lhe estendia as mãos...
Ela chega ao poço, e, Disse-lhe Jesus: Dá-me de beber. 
João 4:7

Ela estranha o pedido,Como, sendo tu judeu, me pedes de beber a mim, que sou mulher samaritana? 
João 4:9
Aquela mulher julgava se tratar de um judeu qualquer. Então, Ele responde de forma misteriosa para ela: Se tu conheceras o dom de Deus, e quem é o que te diz: Dá-me de beber, tu lhe pedirias, e ele te daria água viva. 
João 4:10

Ela não entende aquelas palavras, diz que o poço é fundo, e, que ele não tem como tirar a água..., ai ela fala de Jacó, e continua sem entender nada. Assim é a vida da gente, as vezes não entendemos nada. Pois, nossos olhos ainda são carnais.

O Senhor Jesus lhe diz, que a água daquele poço mataria a sede só por num pouco de tempo; então oferece a ela uma outra água: Mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que salte para a vida eterna. João 4:14

O Senhor Jesus nos oferece garantia de vida, foi o mesmo oferecido para uma mulher lasciva, infame, pecadora....água que se faria em fonte, e nos daria a eternidade. A mulher pecadora foi alcançada com a maravilhosa e irresistível graça do Senhor.

Ela ainda não entendeu muito bem o significado das palavras de Jesus, ela diz: Senhor, dá-me dessa água, para que não mais tenha sede, e não venha aqui tirá-la. 
João 4:15

A mente dela ainda era terrena, limitada as coisas daqui...Jesus pede que ela chame o marido, ela diz que não tem. Disseste bem: Não tenho marido;
Porque tiveste cinco maridos, e o que agora tens não é teu marido; isto disseste com verdade. 
João 4:17-18

A mulher samaritana reconhece Jesus como sendo um profeta..., e sem entender o que se passa, continua com o pobre pensamento terreno: Nossos pais adoraram neste monte, e vós dizeis que é em Jerusalém o lugar onde se deve adorar. João 4:20

A resposta do Senhor Jesus ecoa até hoje; Deus não se limita aos limites dos homens. Deus além dos nossos pensamentos e vontades. Não esta limitado a templos e religiões. Deus esta acima das liturgias e achismos de meros mortais.
Então, ele responde a mulher: Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem.
Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade. João 4:23-24

A mulher samaritana espera o Messias, e diz que ele o Messias é quem vai falar tudo o que precisam aprender.., Ai então, vem ao grande momento da revelação: Jesus disse-lhe: Eu o sou, eu que falo contigo. João 4:26
O Senhor se revela a quem ele quer. Não importa se é rico ou pobre. Se é mau ou bom. Honesto ou desonesto..., Ele transforma o mais miserável pecador, em um pregoador de Suas novas, as novas de Salvação.

Jesus, o Senhor, deixou a sua necessidade de beber água de lado, para dar de beber a uma alma oprimida.

Obrigado Senhor, por sua graça! Maravilhosa graça! Irressistivel graça!