domingo, 23 de dezembro de 2012




“Jacó, porém, ficou só; e lutou com ele um homem… E disse: Deixa-me ir… Porém ele(Jacó) disse: Não te deixarei ir, se não me abençoares… Então disse: Não te chamarás mais Jacó, mas Israel; pois como príncipe lutaste com Deus e com os homens, e prevaleceste… E chamou Jacó o nome daquele lugar Peniel, porque dizia: Tenho visto a Deus face a face, e a minha alma foi salva” (Gênesis 32.24,26,28,30) 

Não há dúvidas de que Jacó aprendeu uma inesquecível lição em Peniel quando Deus o quebrantou enquanto fazia seus planos, deixando o Senhor fora deles. Deus lhe mostrou que Ele não poderia ser descartado. Seu amor e propósitos não O permitem deixar que continuemos com os projetos de nosso coração, colocando-O à margem. Quebrantado depois daquela noite, Jacó afirma: “Tenho visto a Deus face a face”. Ele realmente aprendeu a lição, mas não estava apto para colocá-la em prática.

É interessante notar que, embora Jacó tivesse recebido um novo nome, quando perguntou o do Senhor, Este não lhe respondeu. Mas o Senhor falou Seu Nome a Abraão e a Isaque, e Se fez conhecido como Deus Todo-poderoso. 

Jacó não soube Seu Nome naquela ocasião, mas Deus o abençoou ali.

Jacó partiu e se estabeleceu em Salém e, ao invés de prosseguir em conhecer o Deus com o qual se encontrara, o patriarca não conseguiu tirar proveito da lição que aprendera. Ela não se tornou algo real no cotidiano dele até que Deus mudou todo o cenário.


A vida de Jacó se descontrolou inteiramente, forçando uma mudança imediata para Betel, onde Deus apareceu e, finalmente, lhe revelou Seu nome.

Só ali, em Betel, foi que Jacó começou a entender Deus. Tudo o que havia planejado passou a dar errado. Débora morreu, Raquel morreu, José foi levado para o Egito, a fome veio sobre todo o mundo, e o vemos no fim adorando a Deus. Tudo o que havia nele de Jacó (do velho homem) se fora; agora Israel (o novo homem) se manifestava.

Jacó havia passado por um processo radical de transformação, seu coração estava cheio com os pensamentos de Deus, e sua vida serve de exemplo até hoje.

Porém, tudo começou quando ele decidiu afastar Deus de seus planos e projetos. Mas o amor de Deus, que jamais desiste dos Seus, precisou reorganizar as coisas para o bem eterno de seu filho insensato. Isso foi doloroso, porque o coração dele estava muito duro e obstinado. 

E você? Onde está Deus em sua vida, em seus projetos, em seu cotidiano?

Qual o estado do seu coração?

Deus não desiste de você, mas até onde Ele terá de ir para o seu bem eterno?




Extraído do Devocional Boa Semente