domingo, 23 de dezembro de 2012

O que a Bíblia ensina sobre o Natal


Nesse período relembram-se histórias acerca do natal e a essa altura muitas coisas já foram ditas através da religião ou fora dela. A maioria das pessoas vê o natal como uma simples oportunidade para festa, oportunidade para vender mais, o vê como um símbolo religioso. As crianças pensam no natal como uma oportunidade de ganhar presentes, ir ao shopping para ver papai Noel, ter uma roupa nova. O mendigo vê o natal como chance de ganhar uma esmola maior, um prato de comida gostosa, ou pelo menos, encontrar expressões de mais amor. A maioria dos adultos está pensando nas compras de fim de ano, troca de carro ou dos móveis.
Mas, o que a Bíblia diz sobre o natal? Sobre esta data quando se comemora o aniversário de Jesus?
É importantíssimo saber o que a Bíblia diz sobre o assunto.
Natal é a mais linda história que podemos ler neste mundo; é uma história de amor. Amor de um Deus que tudo criou para nosso bem estar, que colocou algumas regras para que tudo fosse perfeito e para sempre. O natal começou, quando teve inicio a raça humana!
Adão e Eva, criados à imagem e semelhança de Deus, receberam como herança a terra, e só precisavam obedecer ao criador para que tudo fosse sucesso absoluto. Mas resolveram não atender ao criador e por isso perderam a oportunidade de viver em comunhão com Deus. O pecado estragou tudo e então o relacionamento de amor com o Pai fora quebrado. Mas Deus não desistiu! Planejou dar uma oportunidade para que o relacionamento voltasse a normalidade. Fez a primeira promessa ao casal, dizendo: ”Da mulher nascerá UM que pisará a cabeça da serpente”. Deus iniciou o plano de redenção da humanidade, prometendo que enviaria SEU único filho, como sacrifício pelos nossos pecados.
Deus fez a promessa que restauraria o homem, e a primeira medida, foi convocar Abrão e Sarai, para que saíssem de sua terra e sua parentela, atendendo SEU convite para formar uma nova nação. E prometeu que através de um de seus descendentes, o mundo inteiro seria abençoado, “todas as famílias da terra serão abençoadas através de vocês”. Este casal, creu em Deus, e saíram de Ur dos Caldeus, orientados pelo próprio Deus e chegaram em Canaã, onde se estabeleceram.
Tiveram seus nomes mudados para Abraão e Sara. O mais lindo testemunho sobre a fé de Abraão foi dado pelo próprio Jesus em João 8:56 “Vosso pai Abraão, viu o meu dia, e vendo, alegrou-se”. Abraão viveu aproximadamente 2000 anos antes de Cristo nascer, mas pela fé viu o primeiro natal – viu Cristo nascer e ficou feliz, por abençoar, através de SEU descendente todas as famílias da terra.
Todos os profetas do Velho Testamento tiveram como base de seus ministérios o anúncio do nascimento de Jesus – o Messias. Isaias foi o que mais falou sobre Jesus, dizendo: “Tudo isso porque um menino nasceu; porque Israel ganhou um Filho. Ele receberá todo o poder, o governo de toda a terra. Estes são os títulos de nobreza que a Ele se dará: MARAVILHOSO, CONSELHEIRO, DEUS PODEROSO, PAI ETERNO E PRINCIPE DA PAZ. O seu reino sempre crescerá e viverá em completa paz. Ele governará com justiça perfeito o trono de Davi, desde agora e eternamente. O Senhor do universo vai providenciar cuidadosamente para que tudo isso aconteça” Isaias 9:6, 7. Isso foi dito aproximadamente 700 anos antes que Jesus nascesse.
O natal foi comemorado de forma correta, quando Jesus nasceu, e aqueles 3 magos do oriente foram visitá-lo e levaram presentes e ofereceram a Jesus, e não às pessoas que estavam à sua volta. “E, vendo eles a estrela, alegraram-se com grande e intenso júbilo. Entrando na casa, viram o menino com Maria, sua mãe. E prostrando-se O adoraram; e abrindo os seus tesouros, entregaram-lhe suas ofertas: ouro, incenso e mirra” Mateus 2:10,11.
Natal é uma festa anual, comemorada pelos cristãos no dia 25 de dezembro. A Igreja Ortodoxa o celebra no dia 06 de Janeiro e na Armênia no dia 16 de Janeiro. O natal é uma festa onde se comemora o aniversário de Jesus. E só comemoramos porque Jesus ressuscitou, Ele está vivo.
O que a Bíblia ensina sobre o natal?
1 - NATAL É UM TESTEMUNHO DA VERDADE.
“Então, lhe disse Pilatos: Logo, tu és rei? Respondeu Jesus: Tu dizes que sou rei. Eu para isso nasci e para isso vim ao mundo, a fim de dar testemunho da verdade. Todo aquele que é da verdade ouve a minha voz” João 18:37.
JESUS É A VERDADE ABSOLUTA. Único que pode julgar. É a verdade que todos precisam e querem saber; é em busca da verdade que as pessoas estão correndo. E Jesus é a verdade absoluta, pois nEle encontramos toda verdade que precisamos para nossas vidas. Disse: “Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vai ao Pai senão através de mim” João 14:6.
Só há um caminho para o céu, para Deus, e esse caminho é JESUS.
Só há uma verdade sobre espiritualidade, sobre nossa salvação, essa verdade é JESUS.
Só há uma possibilidade de vida Eterna, que é JESUS.
Pensar diferente do que a Bíblia ensina, é negar a existência de Jesus. E para esses não existe natal.
JESUS É A VERDADE QUE CONQUISTA. “Todo aquele que é da verdade, ouve a minha voz”. Seguem a Jesus, pessoas que fizeram opção pela verdade. Os que gostam de ser enganados, não servem para ser seus discípulos. Pessoas falsas não terão lugar no reino de Deus. Aqueles que se achegam a ELE mal intencionados não permanecem, porque ELE é a verdade, e nos desafia à Prática da fé. Natal é este testemunho da verdade.
2- NATAL É TER CONSCIÊNCIA QUE NASCEMOS PARA SERVIR.
“Sabendo este que o Pai tudo confiara às suas mãos, e que ELE viera de Deus, e voltava para Deus” João 13:3. Serviço é decorrência de saber quem é e de onde vem. Serviço é decorrência de saber para onde vai. Natal traz em si a marca de uma vida consciente de si mesma, consciente de que viver é ser útil. Natal é uma oportunidade para entendermos que não estamos aqui por acaso, temos uma missão a desenvolver. Natal é a consciência de que quem não vive para servir, não serve para viver.
Jesus foi nosso maior exemplo de serviço. Gastou todos os seus anos aqui na terra servindo as pessoas em suas necessidades. Quantos foram alimentados por ele? Quantos foram libertos de espíritos imundos? Quantos foram curados de suas enfermidades? Quantos receberam a paz, alegria, esperança e a vida eterna? Jesus viveu para servir, e é modelo para todos os cristãos. Natal é olhar ao redor e sentir a necessidades das pessoas e ajudá-las a encontrar a solução de seus problemas, a esperança para suas vidas, mostrar que Jesus veio para ajudar e abençoar.
Natal é, portanto, ter consciência que nascemos para servir as pessoas, conforme o exemplo que Jesus deu. E devemos começar com aqueles que estão mais próximos de nós. Jesus lavou os pés de seus discípulos, mostrando que este deve ser nosso estilo de vida. Só serve quem é humilde. Lavar os pés significa considerar os outros superiores a nós mesmos. Como o mundo seria diferente se todos aprendessem com Jesus? Mas podemos fazer propósitos de ser diferentes a partir deste Natal.
3- NATAL É TRABALHAR EM FAVOR DA HUMANIDADE
“Agora a minha alma está angustiada; e o que direi? Pai Salve-ME desta hora? Mas foi para isso que vim, para esta hora” João 12:27. Natal é uma vida que nasceu com a finalidade de dar-se completamente.
Natal também é cruz, a cruz da solidariedade, a cruz da rejeição, a cruz do amor à vida, a cruz da paixão por Deus, a cruz do sacrifício. Jesus nasceu com uma finalidade – veio para ser sacrificado por nós. Esta foi a sua missão. Jesus abriu mão de tudo para nos abençoar, para nos salvar da condenação eterna. Não podemos comemorar o natal sem pensar no grande amor de Jesus por nós. “Eu vim buscar e salvar os que estavam perdidos”. Ou como disse: “Se o grão de trigo não morrer não pode produzir frutos”. Precisamos aprender com Jesus, o maior de todos os homens que pisaram neste mundo.
Para que seja natal em nossas vidas precisamos ser apaixonados por Deus e fazer o melhor que podemos no cumprimento de nossa missão aqui na terra. É hora de nos envolver completamente com o reino de Deus, já chega de fazer as coisas de qualquer jeito. Para quem faz o trabalho do Senhor relaxadamente não há natal, pois Cristo nos deu o exemplo de fazer o melhor que pode no cumprimento de sua missão. Precisamos fazer propósitos de nos sacrificar por Deus e seu reino. Precisamos decidir em nossos corações fazer o melhor para Jesus em 2013. Aí sim é natal.
4- NATAL É FAZER RESPONDIDA A ORAÇÃO DE JESUS.
Jesus tem grandes propósitos para sua amada noiva, a Igreja. Uma das coisas que Ele deseja é a unidade da Igreja, e cada um de nós, pode fazer sua parte para que o desejo de Jesus se concretize em nosso meio. Jesus orou pela Igreja assim: “Minha oração por todos eles é que sejam de um só coração e pensamento, tal como EU e o Senhor somos oh Pai – porque assim como o Senhor está em Mim e Eu no Senhor, assim estejam eles em nós. Assim o mundo crerá que Tu me enviaste” João 17:21.
Nunca se viveu tempos tão difíceis na história cristã como os de hoje. A falta de unidade impede a aceitação do evangelho no mundo. E Jesus pediu para que estivéssemos unidos em um só coração e um só pensamento. Esse foi seu desejo, e sabia que seria a maior força para proclamação do evangelho.
Natal é, portanto, viver em unidade. E nós podemos fazer com que isso aconteça a partir de nossas vidas. A proposta deste natal é que nossa Igreja volte a ser como no inicio, unida, fraterna, interessada pelo próximo, ardente em missões, apaixonada por Jesus e seu reino; uma Igreja que viva o amor, ensinado e praticado pelo próprio Deus quando enviou seu filho ao mundo, para nos salvar. ISSO É NATAL!
Natal é testemunho da verdade que salva. Natal é ter consciência da missão cumprida. Natal é ser útil para toda humanidade promovendo a paz e o amor, é portanto, um compromisso de sacrifício em favor das pessoas. Natal é obediência à vontade de Deus em detrimento da nossa vontade. Natal é viver a unidade de coração e pensamentos.
Se não pensarmos assim, não podemos comemorar o natal de Jesus Cristo.

Cirino Refosco