quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

O grito - Jesus te ama!






Certa vez em Minas Gerais, um homem, em uma noite fria, recebeu ordens do Senhor para sair do conforto de sua casa e ir a uma praça. Em Minas, as noites são muito frias, Deus mandou que gritasse bem alto"Jesus te ama", o homem não entendeu, pois a praça estava totalmente deserta, era de madrugada, mas Deus disse: - grite bem alto "Jesus te ama".

O homem sem entender, colocou as mãos na boca para amplificar a voz, gritou a plenos pulmões "Jesus te ama"! Gritou a segunda vez, nenhuma resposta, pensando talvez ter se enganado, voltou para seu lar.

No dia seguinte, como de costume foi para sua igreja. Tudo normal, mas após o apelo, veio à frente para conversão, um dos homens  mais ricos daquela região; pedindo a palavra disse que estava em casa na noite passada, amarrou uma corda em uma coluna de madeira no teto, passou-a pelo pescoço, subiu em uma cadeira para dar fim em sua vida, reclamava que ninguém o amava: amigos, parentes... Naquele último momento de vida, nem Deus o amava; se o amasse teria que falar algo para ele naquela hora, senão iria se suicidar, foi quando escutou por duas vezes: "JESUS TE AMA", gritado a plenos pulmões naquela madrugada, o que o fez desistir em lágrimas do suicídio.
 
Às vezes fazemos a obra de Deus (com a graça de Deus), de imediato não vemos os resultados, agora olhe em sua volta, ou lembre-se de alguém que tenha evangelizado no seu cotidiano. A princípio você não vê os resultados, todavia “Porque, assim como desce a chuva e a neve dos céus, e para lá não tornam, mas regam a terra, e a fazem produzir, e brotar, e dar semente ao semeador, e pão ao que come, Assim será a minha palavra, que sair da minha boca; ela não voltará para mim vazia, antes fará o que me apraz, e prosperará naquilo para que a enviei  (Isaías 55:10-11).

As Doutrinas humanas que são de perdição, pregadas por muitos, por vezes, inspirada por um deus morto, tem como resultado, seguidores e adeptos, Quanto mais eu e você que somos embaixadores de Cristo, sacerdócio real, nação santa, raça eleita, para anunciar as boas novas de Cristo.
 Seitas hereges, carregam milhões em todo o mundo, tem resultado, muitos passam para a eternidade, crendo em uma mentira, pagam um alto preço de condenação, e nós, homens e mulheres de Deus, que trazemos a mensagem divina das Boas Novas, pregação do evangelho, devemos crer que a nossa obra não é vã.

Lembremo-nos que Paulo plantou, Apolo regou; mas Deus deu o crescimento. (1Co. 3.6). Façamos a nossa parte, Deus fará a Dele.

Marcos Vinícius