quarta-feira, 2 de março de 2011

Religião

Religião - Pr. Luiz Carlos Euzébio.

         
Voar é coisa de alma Jovem: é o romance da religião. Correr sem se cansar é a coisa da alma grandiosa: é a beleza da religião. Mas caminhar e não se fatigar é a coisa da alma perfeita - é o poder da religião.

  (George Matheson)

                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                        Amigo, enfim, envio a você, um pouco daquilo que venho lendo. De uma maneira simples, um pequeno esboço de um assunto que me agrada. De um autor sério ( A.B.Langston). Como sabemos, o reino tem sido apregoado,( em sua grande maioria) para obtenção de lucros e favores.

Mas, como disse o apostolo Paulo: importa que seja pregado!
E, com tantas "religiões", mundo afora, resolvi então, lhe enviar este pequeno esboço.Gn.11:3,4Vinde, edifiquemos para nós uma cidade e uma torre...e tornemos célebre o nosso nome.
 Vemos aqui, um duplo propósito: primeiro, a força que vem da unidade; se manteriam em um grupo sólido, seriam poderosos "mesmo sem ajuda de Deus". Segundo, queriam tornar-se conhecidos. Dois pecados: auto-suficiência e orgulho que dominavam suas mentes.
Cidades como: Sodoma e Gomorra, Roma, Tiro e a Babilônia, cairam pelos mesmos pecados. Quando se despreza a lei de Deus e a sua graça, e a soberba domina os homens, a destruição é inevitável
-  Religião   -

A religião é a vida do homem, em relação ao Poder que o criou: Deus! E, com Quem o homem, é capaz de Ter comunhão.
E conhecê – lo na genuína expressão do termo, é
Ter vida eterna.
A religião, é a vida do homem, como um ser dependente de um poder(Deus),
responsável com uma autoridade, e adaptável a uma comunhão intima, com uma realidade invisível.
Religião não é um corpo de doutrinas!
Religião é vida!
Teologia é doutrina.
A religião faz parte da constituição do homem. Salmos 42:1 –
Como suspira a corça pelas correntes das aguas, assim, pôr ti, ó Deus, suspira a minha alma.
(Assim como a corça, não pode disfarçar sua sede, o salmista não esconde sua paixão pelo Deus vivo.)                                                                                           
                                                                                       
  Aqui se misturam, vários sentimentos: tristeza, alegria, medo, fé, duvida...
Ao sondar a alma, o homem, encontra a necessidade, de se relacionar com Deus.
Existem muitas almas famintas, e sedentas da verdade, precisam se relacionar intimamente com o Deus verdadeiro.
Jesus declarou isto em João 6:35 –
Eu sou o pão da vida; aquele que vem a mim nunca terá fome, e quem crê em mim nunca terá sede.
Jesus veio dar vida definitiva aos homens; religando o homem de uma vez pôr todas a Deus.
A religião funciona na parte invisível e espiritual do homem, e não na visível e material.
Assim disse o Senhor:
Deus é Espirito, e, importa que seus adoradores o adorem em espirito (ou com o espirito) e em verdade. João 4:24.
O local torna-se
insignificante, nem no templo em Jerusalém, nem no templo do monte Gerezim.Jesus ultrapassa a religiosidade, e mostra que Deus, quer ser adorado na própria dimensão da vida humana.
Uma vida dedicada ao bem estar dos outros,(
como a vida de Jesus), é o verdadeiro culto a Deus. Uma vida de amor, e, perdão.
Religião é vida, e a vida tem a sua sede no coração, e não nas mãos ou pés. A idéia fundamental da religião,
é a de uma vida em Deus, uma vida de comunhão íntima, e, contínua com o Criador, uma vida debaixo da direção do Espirito Santo.
Paulo declara assim:
Porque nele vivemos, e nos movemos e existimos. Atos 17:28.
( Ao confrontar-se com Jesus Cristo, o homem reconhece o Deus verdadeiro,
sendo liberto da idolatria e da auto suficiência.)
A religião consiste mais em
ser, do que em fazer. Quem é cristão, sempre faz obras cristãs, mas, quem faz obras cristãs, nem sempre é cristão.E ainda que eu distribua todos os meus bens entre os pobres e ainda que entregue o meu próprio corpo para ser queimado, se não tiver amor, nada disso me aproveitará.
Deus não aceita sofrimento ou generosidade, que não seja motivado pelo amor.
Um indiano chamado, Zarmano-Chegas, se queimou publicamente sobre uma pira funerária e tinha esta inscrição no seu monumento em Atenas, "
Zarmano-Chegas, um indiano de Bargosa, que de acordo com os costumes tradicionais da Índia, tornou-se imortal e jaz aqui". Barclay,op.cit.pag.132.
Tudo o que o corpo faz, não é essencialmente religioso, pois a religião é do espirito e não do corpo.
Os atos interiores e exteriores, somente tem
valor religioso, se houver amor.
I João 4:8 –
Aquele que não ama não conhece a Deus, pois, Deus é amor.
O amor é a fonte de todo comportamento humano.
O amor é a força de Deus
. O amor sustenta o testemunho cristão, pois, tudo desculpa, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.I Co.13:7.
O amor é eterno, e, supera tempo e espaço, pois é a vida do próprio Deus, da qual o cristão participa. O amor é
maior que a fé e a esperança, que nele estão contidas.
O amor não é simplesmente uma
qualidade que Deus possui, mas o amor é aquilo que Ele é por sua própria natureza.
E mais, sendo Deus amor,
o amor que Ele demonstra emerge dEle mesmo e não externamente.
Não devemos confundir a religião com as suas manifestações, como aconteceu com os fariseus. Mateus 7:15-23.
Nenhum ato de fé, por maior que seja, faz que alguém entre no reino
.
O culto, o sacrifício próprio, a oração, as obras de caridade;
não formam a essência da religião, são apenas manifestações do espirito religioso.
A glória da religião, é encontrada na
realidade de um Deus bondoso e misericordioso, e numa comunhão intima entre Ele e o homem. Religião é vida em Deus, manifestada em obras várias, para beneficio da humanidade e para honra e glória do Criador.
A religião é verdadeira, a medida em que possui e realiza a idéia da pessoa de Deus,
e das suas relações com o homem.
"Pode enganar-se todo um povo por algum tempo, uma parte do povo por todo tempo,
mas não se pode enganar todo um povo por todo o tempo". Lincoln.
Todas as religiões tem alguma "
noção" de Deus, e das suas relações com o mundo. Mas, não tendo alcançado averdadeira idéia da personalidade de Deus, tornam-se todas imperfeitas, misturando a verdade com o erro.
"Religião é vida em Deus, vida que se manifesta em todos os nossos atos e em todas as nossas relações". 
  
Pr. Luiz Carlos Euzébio.