sábado, 28 de setembro de 2013

Os Puritanos


por André Fernandes Dantas


Spurgeon foi um homem de valor
Considerado o príncipe dos pregadores
Já Owen tributava a Deus louvor
Expondo a corrupção dos pecadores.

Whitefield, Knox, Bunyan, Goodwin, Gill
Não se acovardaram ante um mundo vil;
Pregando a autoridades e reis
A proclamar de Deus as Suas leis.

Eles foram pregadores da divina Verdade
Não se corromperam com a famigerada modernidade
Antes, foram arautos do Reino celestial
Os quais anunciaram uma mensagem sem igual.

Vida piedosa e de intensa oração
Para eles eram evidências da santificação
Além de a Bíblia ser a sua norma
Pois para conhecer a Deus não há outra forma.

Necessitamos de um avivamento tal
Porque vivemos em um mundo mau
Onde espiritualidade é sinônimo de emoção
E a Escritura fica em segunda mão.

***
Fonte: Perfil do autor no Facebook