domingo, 29 de setembro de 2013

Tribulação... e Então o Triunfo! C.Buchanan


Muitos crentes hoje sabem algo do período, chamado tribulação, que virá sobre este mundo. Deus tem, por princípio, nunca julgar sem antes avisar.


O modo como o profeta Isaías escreve a respeito da tribulação no último capítulo de sua profecia é bem interessante. "Sião esteve de parto e já deu à luz seus filhos" (Isaías 66:8). Embora ainda futuro, essa época deve estar bem próxima. Que imenso trabalho de parto virá sobre aquela nação antes que possuam o reino sob seu Messias!
Agora repare no versículo 7: "Antes que estivesse de parto, deu à luz; antes que lhe viessem as dores, deu à luz um filho". Este foi Jesus, nascido de Israel há mais de 1.900 anos, sem qualquer dor para aquele povo. Mas quando chegar o tempo da tribulação, tal como nunca se viu antes, esta cairá principalmente sobre as duas tribos de Judá e Benjamim, às quais Jesus, o Messias, veio, O qual eles rejeitaram e crucificaram. É no final desse período que o remanescente de Israel aparecerá.
Em Miquéias 5 foi previsto que o Messias nasceria em Belém e que seria levado para Deus; e também que Ele é "desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade" (Mq 5:2). Então Deus diz, por intermédio do profeta, "Portanto os entregará [a nação na condição em que se encontram hoje] até ao tempo em que a que está de parto tiver dado à luz (v. 3). Depois do parto o versículo segue dizendo: "então o resto de seus irmãos voltará com os filhos de Israel". Estas são as dez tribos que foram levadas para a Assíria e se perderam. Quando estas dez tribos são levadas de volta e vêem Jesus, o Messias, estarão entre os que dizem: "Que feridas são essas nas Tuas mãos?" Estas tribos não tiveram seu Messias apresentado a elas, portanto são ignorantes e não são culpadas por Sua rejeição. No mesmo versículo vem a resposta: "São as feridas com que fui ferido em casa dos meus amigos" (Zc 13:6).
Estas passagens de Isaías, Miquéias e Zacarias deixam o assunto bem claro, e toda a política deste mundo está agora sendo levada para aquele tempo do fim. O parto (ou tribulação) de Israel e a subsequente supremacia de Sião sobre toda a Terra será o fim de toda a questão do Oriente Médio. Os homens podem se esquecer de Deus em tudo isso, mas Deus não Se esquecerá de Seu antigo povo Israel. Com isto concordam também as palavras de Jesus em Lucas 21:20-27 com a certeza de Sua volta. Ele vem com "poder e grande glória" para julgar aqueles que ainda vivem sobre a Terra.
Que o Senhor possa elevar o coração de cada crente, pois logo seremos levados para encontrá-Lo nos ares.

C.Buchanan - Tribulation and Then Triumph - Christian Treasury, Ago. 95