domingo, 3 de fevereiro de 2013

NOSSA TOLERÂNCIA COM AQUILO QUE ESTÁ ERRADO


Efésios:  5.10-13
E aprendam a discernir o que é agradável ao Senhor. Não participem das obras infrutíferas das trevas; antes, exponham-nas à luz. Porque aquilo que eles fazem em oculto, até mencionar é vergonhoso. Mas, tudo o que é exposto pela luz torna-se visível, pois a luz torna visíveis todas as coisas.
  NOSSA TOLERÂNCIA COM AQUILO QUE ESTÁ ERRADO
Os versículos tema do artigo dizem para que procuremos descobrir as coisas que agradam a Deus, que não participemos das coisas erradas que determinadas  pessoas fazem, pois são tão sérias que é até vergonhoso falar delas, já que quando tudo for exposto toda a sua verdadeira natureza será revelada. 
A Palavra de Deus nos dá uma série de conselhos e que tomemos cuidado, pois corremos o risco de ficarmos totalmente expostos e sermos envergonhados ao pactuarmos com essas atitudes.
Colocados esses ensinamentos e advertências, gostaríamos, nesse artigo, de levantar uma questão para nossa reflexão, qual seja, o nível de tolerância de cada um de nós com determinadas atitudes e comportamentos, pois o que temos visto hoje em dia é que de tanto as pessoas relativizarem as coisas, determinados procedimentos que já foram condenados, agora já não são, expressões que eram usadas e consideradas ruins, já não são mais, ou seja, “tudo é relativo”, “precisa ser analisado”, “os tempos mudaram” e os valores morais e éticos que deveriam nortear o dia a dia de todo o ser humano estão caindo por terra.
O que Paulo está nos dizendo nestes versos é que devemos ter uma vida acima de qualquer reprimenda moral e que devemos evitar tudo aquilo que vai contra as leis de Deus. Mas como fazer isso? Como evitar que venhamos a nos contaminar? Que procedimentos nós devemos ter? 
Tudo isso está diretamente ligado ao nível de tolerância que venhamos a ter com esses comportamentos equivocados, isto é, se nos deixarmos envolver pela onda de que “tudo é relativo”seremos tragados e começaremos a participar das mesmas atitudes e aquilo que para nós, há algum tempo, era errado, passará a ser correto, baseado em um falso código de ética que se adapta ao prazer das pessoas e às suas vontades e manipulações. 
E isso acontece quando não conseguimos mais discernir as coisas que agradam e aquelas que desagradam a Deus, pois passamos a andar com as pessoas erradas, frequentar lugares que não deveríamos e dia a após dia o nosso nível de tolerância com aquilo que é errado vai aumentando até chegarmos a um determinado ponto que não existirá mais volta.
Deus quer que sejamos pessoas de um só procedimento e que não fiquemos se deixando influenciar por falsos ensinamentos, pois, infelizmente, que age assim, chegará a um momento em que será exposto e envergonhado. Pense nisso e deixe o seu comentário.