domingo, 22 de dezembro de 2013

Programas Evangélicos da TV que mais parecem um $hop Time Gospel


A teologia da prosperidade impera. Ganância é confundida com “vitória”. Na televisão só se vê (fora em pouquíssimas exceções), os “pregadores midiáticos favoritos alimentadores de polêmicas” pregarem por mais dinheiro, mais benção, mais carro e mais. Eles também prometem mais à você, se você, claro, comprar ou contribuir. É assim que o deus deles age.
Assistindo aos programas da vitória em “jesus”, me confundo com o canal Shop Time. Mais da metade do tempo é investido em venda. É uma apelação desesperada. O apelo é tão intenso que me pergunto se estão passando fome ou estão alimentando milhares na África. Não, meus amigos. Longe disso (a Forbes que o diga!).
É Bíblia cor de rosa para mulheres, cor de laranja para os jovens, amarela para os adolescentes, vermelha não sei prá quem. Tudo sempre “na promoção”. Mas não bastam livros, Cd’s, dicionários, enciclopédias, revistas e etc. Ainda há a garantia de 100% de lucro (se é que isso é possível) para todos que se tornem revendedores. Assim, a fortuna segue crescendo para a “glória de deus”.
Para estes pastores, um desabafo missionário: Na visão deles, a Missão só funciona se der retorno ($$$). Missões Transculturais ou entre a Igreja Perseguida? Não existe no meio deles. Nem ao menos no discurso. Apesar de alguns falarem como se conhecessem o mundo islâmico de perto. Very funny…
Fim de mandato do deputado-pastor (pelo menos como Presidente da Comissão de Direitos Humanos por Interesses). Será um alívio? Será o fim das polêmicas heréticas que  tentam tanto defender? Difícil. Outro como ele nascerá. Isto, no entanto, não é vergonha para a Igreja. É vergonha para os seguidores de Cristo. Não confunda as coisas.
Para 2014, meu desejo à todos nós, é que façamos um propósito de praticar a Palavra de Deus. Que o Reino de Deus implantado na terra e nos corações seja nossa prioridade. Para os que não conseguem entender isto, ou não desejam por motivos de ganho pessoal, meu desejo de paz. E que a justiça de Deus, habite em nossos corações. Por que no coração de Deus, ela já existe.
Nem carro novo, nem empresa e nem mais dinheiro. Em 2014 Busquemos em primeiro lugar o Reino de Deus e a Sua Justiça.

Pelo Reino, no Brasil e no Mundo!

Por