quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Quem são os "cães" de Filipenses 3?


Sua dúvida está em identificar quem são os "cães", os quais o apóstolo Paulo fala para evitarmos em Flp 3:2 "Guardai-vos dos cães, guardai-vos dos maus obreiros, guardai-vos da circuncisão". Eles aparecem aqui associados aos"maus obreiros", que são aqueles que não usam bem os recursos que Deus lhes dá e apenas fingem trabalhar na obra (pense na parábola dos talentos) e os da "circuncisão", que eram aqueles que obrigavam os cristãos a se circuncidarem e a guardarem a Lei de Moisés (a epístola aos Hebreus foi escrita para suas vítimas).

Os judeus chamavam de "cães" os gentios, pois os cães são animais impuros segundo a Lei:

Mar_7:27 Mas Jesus disse-lhe: Deixa primeiro saciar os filhos; porque não convém tomar o pão dos filhos e lançá-lo aos cachorrinhos

O Senhor usa também a expressão para aqueles que não têm cuidado com as coisas de Deus:

Mat_7:6 Não deis aos cães as coisas santas, nem deiteis aos porcos as vossas pérolas, não aconteça que as pisem com os pés e, voltando-se, vos despedacem

Em 2 Pedro 2 mais uma vez "cão" aparece ao lado da "porca", agora referindo-se aos "falsos profetas" e "falsos doutores", ou seja, homens que conhecem a Palavra de Deus, porém não são verdadeiramente convertidos e acabam usando seu conhecimento para proveito próprio e para prejudicar a fé dos incautos.

No versículo 1 de 2 Pedro 2 eles são os que introduzem encobertamente heresias e negam o Senhor, fazendo com que o caminho da verdade seja blasfemado. Isso tem tudo a ver com muitos dos pregadores de nossos dias que escandalizam até os incrédulos com sua ganância. Quando você vai falar da verdade a algum incrédulo este retrucará falando do pastor fulano que vive pedindo dinheiro e enganando seus seguidores. Hoje a pregação do verdadeiro evangelho está muito prejudicada por esses escândalos causados por falsos evangelistas.

O versículo 3 de 2 Pedro 2 fala que por "avareza", ou amor ao dinheiro, farão negócios dos crentes com "palavras fingidas". Além do amor ao dinheiro e das mentiras que usam para consegui-lo, outra característica desses homens é que "desprezam as autoridades, atrevidos obstinados, não receando blasfemar das dignidades". O apóstolo está falando claramente de falta de respeito a anjos, sejam eles fiéis a Deus ou caídos. 

Isto fará mais sentido quando lido em conexão com Judas 1 que também fala dos mesmos "cães", em especial a passagem onde mostra a ousadia deles em repreender Satanás, algo que só o Senhor tem autoridade para fazer e nem mesmo o arcanjo Miguel ("arcanjo" significa "arqui-anjo" ou anjo principal) ousou fazer:

Jud 1:8-10 E, contudo, também estes, semelhantemente adormecidos, contaminam a sua carne, e rejeitam a dominação, e vituperam as dignidades. Mas o arcanjo Miguel, quando contendia com o diabo, e disputava a respeito do corpo de Moisés, não ousou pronunciar juízo de maldição contra ele; mas disse: O Senhor te repreenda. Estes, porém, dizem mal do que não sabem; e, naquilo que naturalmente conhecem, como animais irracionais se corrompem. 

Em ambas as epístolas eles são chamados de "animais irracionais", numa referência ao seu papel de "cães":

2Pe_2:12 Mas estes, como animais irracionais, que seguem a natureza, feitos para serem presos e mortos, blasfemando do que não entendem, perecerão na sua corrupção, 

Jud_1:10 Estes, porém, dizem mal do que não sabem; e, naquilo que naturalmente conhecem, como animais irracionais se corrompem. 

Resumindo, se quiser ver um "cão", ligue o rádio ou a TV agora mesmo e com certeza você encontrará um pedindo dinheiro, mentindo e falando daquilo que não entende.

por Mario Persona