quarta-feira, 22 de maio de 2013

A Casa do Valente

A Casa do Valente
Graça e Paz.
“Ou como pode alguém entrar em casa do homem valente, e furtar os seus bens, se primeiro não manietar o valente, saqueando então a sua casa?” Mat. 12:29.
Nesta alegoria, a CASA DO VALENTE, Jesus nos ensina que é necessário primeiramente manietar o valente que é Satanás. Sem dúvida que a missão da igreja consiste em saquear do Império das Trevas, pelo testemunho e pela pregação, aqueles que pela graça de Deus foram chamados à salvação pelos méritos da obra do Ungido, Cordeiro de Deus, crucificado e pelo Seu Sangue estabeleceu com o homem uma Aliança Eterna.
Sabemos que o Diabo foi manietado, conforme diz a Escritura: “Ele prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o Diabo e Satanás, e amarrou-o por mil anos”. Ap 20:1.
Alguns cristãos teêm dificuldade em aceitar que Satanás está amarrado ou manietado. Dizem eles, como podem existir tantos crimes como assaltos, estupros, mortes e toda a sorte de males? Sabemos que este mundo não é de Deus por esta razão é que nele temos aflições, mas Jesus nos mandou ter bom ânimo, porque Ele venceu o mundo, Jo 16:33.
Nos dias de hoje, o número de cristãos tem aumentado e era de esperar que vivêssemos num mundo mais pacificado. No entanto, vivemos rodeados de perigos mil. Os pais temem quando os filhos vão para a escola, a esposa anseia pelo regresso do marido a casa também o marido vive preocupado com a segurança da esposa, seja no lar, no comércio ou no trabalho.
Muitas vezes me pergunto porque razão Jesus disse que tivéssemos bom ânimo porque Ele venceu o mundo? Procurarei responder a esta pergunta para que possamos desfrutar da proteção de Deus. Sim, há um abrigo de Deus em que nos podemos refugiar. Tão querido de todos nós é o texto do Salmo 91. Ele foi tecido para que em Cristo tivéssemos proteção, o Shallom de Deus, a saber:
“Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração nem se atemorize” Jo 14:27.
Esta paz que Cristo nos dá depende muito do nosso comportamento neste mundo. Por esta razão foi escrito que nas nossas orações intercedêssemos pelas autoridades constituídas. Se os cristãos não oram pelas autoridades não podem esperar paz na cidade. Os policiais e outros agentes de segurança precisam da nossa intercessão porque neste mundo tenebroso eles estão sujeitosa muitas pressões e tentações. Vivemos num mundo de corrupção e as tentações são vis.
Por outro lado as igrejas, na cidade, são exércitos poderosos em Cristo. Era de esperar que os cristãos pudessem viver tranquilos, mas em vez disto ouvimos que igrejas são assaltadas e cristãos são abatidos. Estamos numa guerra sem quartel e as igrejas precisam de saber, o seguinte: “…Todo o reino dividido contra si mesmo é devastado; e toda a cidade, ou casa, dividida contra si mesma não subsistirá” Mat 12:25.
Viver com bom ânimo e vencer o mundo, a CASA DO VALENTE, consiste em praticar a união. O adultério fragiliza a casa e esta acaba por ruir. Do mesmo modo que as guerras das denominações enfraquecea fé e com isto se expõem à vulnerabilidade dos ataques de Satanás.
É necessário que nestes últimos dias seja ativado, por cada localidade, o Conselho de Pastores, assunto que já referi, anteriormente, num texto em Colunas. É preciso que as igrejas que são o corpo de Cristo estejam unidas em comunhão. Não basta estarem juntas, porque há um só Senhor na igreja e quem disto discordar, não ajunta, mas espalha. Quem não é por Cristo é contra Cristo. Há um só Espírito que nos ensina toda a verdade e por esta razão não pode haver discordância, nem desentendimentos quando todos nos sujeitamos ao Paráclito.
“Bem aventurados os pacificadores porque serão chamados filhos de Deus” Mat 5:9.