quinta-feira, 16 de maio de 2013

Livrar-se do peso é Tarefa Sua, e Não de Deus!




Muitas vezes, alguém diz: "Tenho pedido a Deus que remova este peso, mas Ele não remove." Você pode­ria dizer-lhe a verdade: "Não, Deus disse que é você quem deveria fazê-lo.

A Bíblia diz: 'Livremos-nos de tudo o que nos atrapalha' (Hb 12.1). A tarefa é sua, e não de Deus.”

Seja consumado (Daniel trouxe consigo o encargo de sua nação em seu coração e orou até que ouviu uma palavra de Deus), ou simplesmente uma provação ou teste pelo qual devemos passar para preparar-nos para outro dia. No entanto, não se surpreenda se esta for a resposta: "Eu tentei, mas não consigo...”

Deus não nos diria para livrarmos-nos de algo se não fôssemos totalmente capazes de fazê-lo. Não é que não podemos; É que não queremos.

Estabelecemos hábitos e impomos coisas a nós mesmos que nada têm a ver com o evangelho.

Prioridades equilibradas são essenciais. Algumas pessoas têm a tendência de consumir-se na obra de Deus ao mesmo tempo em que, na verdade, negligenciam seu relacionamento com Ele. Ficamos tão ocupados em fazer as coisas de Deus que sacrificamos nossa caminhada com Ele.

Ninguém estava mais disposto a fazer a vontade de Deus do que seu Filho Jesus. Contudo, por mais que o inundo inteiro estivesse perdido em trevas, a Bíblia nos diz que Jesus "separou-se para descansar" ou afastou-se das multidões para ficar sozinho por um tempo.

Preci­samos seguir seu exemplo, principalmente quando um problema ou uma situação ameaça consumir nossa vida.

É digno de nota que a primeira decisão administra­tiva da liderança da igreja no Novo Testamento tenha sido a de que os apóstolos, ou aqueles que faziam parte do ministério de "apascentar e liderar", precisaria dedicar-se à oração e à Palavra.

Eles designaram outras pessoas para prover às necessidades diárias das viúvas. Delegaram a tarefa, a fim de que ela não se tornasse um peso que os impedisse de propagar a mensagem do evan­gelho ao mundo.

Podemos ter certeza de que a pressão surgirá, por vezes, mas sempre nos depararemos com a mesma op­ção: pressão ou prioridades?

Você jamais chegará a uma dimensão do poder de Deus enquanto não aprender como estabelecer prioridades e livrar-se do peso.

Muitas coisas na vida surgirão para impedi-lo de atingir seu objetivo ou diminuir o ritmo de sua caminhada. Todavia, o ter­mômetro de Deus permanece fixo; os rótulos em Suas garrafas não mudam de acordo com as circunstâncias.

Ele é "o mesmo, ontem, hoje e para sempre" (Hb 13.8). Sua prescrição para a saúde em tempos bons e difíceis não mudou:"Antes de tudo, recomendo que se façam súplicas, orações, intercessões e ações de graças por to­dos os homens" (1 Tm 2.1). 

E, despedida a multidão, subiu ao monte para orar, à parte. E, chegada já a tarde, estava ali só. (Mt.  14:23)

E ele disse-lhes: Vinde vós, aqui à parte, a um lugar deserto, e repousai um pouco.Porque havia muitos que iam e vinham, e não tinham tempo para comer. E foram sós num barco para um lugar deserto.  (Mc. 6:31-32)

E, sobrevindo a tarde, estava o barco no meio do mar e ele, sozinho, em terra. (Mc.6:47)

E aconteceu que, estando ele só, orando, estavam com ele os discípulos; e perguntou-lhes, dizendo: Quem diz a multidão que eu sou? (Lc. 9:18)

Sabendo, pois, Jesus que haviam de vir arrebatá-lo, para o fazerem rei, tornou a retirar-se, ele só, para o monte. (Jo.6:15)

O pretexto mais comum que ouvimos é este: "Não tenho tempo." Contudo, foi dado a todos nós o mesmo número de horas todos os dias. Cada um de nós tem 1.440 minutos para "gastar" todos os dias. É nossa a decisão de como usar os 86.400 segundos por dia, e o modo como administramos esse tempo faz toda a dife­rença.

Algumas coisas devem ser deixadas para mais tar­de, e devemos livrar-nos completamente de outras.

Extraído do livro Fontes Secretas de Poder de T. E TENNEY e TOMMY TENNEY